Notícias

Agência dos EUA fecha parceria para Santos Dumont

06/02/2020


Hugo Passarelli De São Paulo

A aproximação entre Donald Trump e Jair Bolsonaro e as perspectivas de crescimento mais forte da economia brasileira têm atraído a atenção de empresas americanas que desejam investir por aqui, diz Thomas R. Hardy, diretor interino da Agência de Desenvolvimento e Comércio dos Estados Unidos (USTDA, na sigla em inglês). Em visita ao Brasil, Hardy informou ao Valor que a entidade anunciará na semana que vem uma parceria para modernização do aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Segundo ele, trata-se de uma iniciativa que já vinha sendo modelada e ficou pronta para ser anunciada agora. O valor do negócio não foi antecipado por Hardy. O mercado de aviação, destaca, é um dos com maior potencial para as empresas americanas nos próximos anos. "O Brasil está em trajetória ascendente. Os Estados Unidos reconhecem isso e não querem ficar para trás", disse Hardy, que participou ontem de evento na Câmara Ameri-cana de Comércio (Amcham). Segundo ele, a previsão é destinar apoio financeiro entre USS 5 milhões e US$ 6 milhões neste ano para projetos, contra algo pouco abaixo de US$ 4 milhões em 2019. Nos últimos cinco anos, diz, o Brasil tem concentrado as apostas da USTDA para abocanhar negócios e ampliar a influência na América Latina. "O mercado brasileiro é dinâ-mico, há muitas oportunidades e isso é uma coisa que sempre me espanta. Isso e a estabilidade de governo nos levaram a priorizar o Brasil de um jeito como nunca fizemos no passado", diz Hardy. Há hoje 30 atividades em andamento no país pela USTDA. A USTDA faz uma ponte entre companhias norte-americanas e oportunidades de negócio em países emergentes. A agência investe em assistência técnica, estudos de viabilidade e projetos-piloto para tentar garantir a exportação de bens e serviços a estas nações. O foco de atuação é em energia, tecnologia da informação e transporte. No Brasil, 300 programas foram parcialmente financiados pela agência. Hardy esteve no Rio de Janeiro nesta semana e ouviu 18 propostas de parceria com o governo estadual. Ele também participou do Fórum de Energia Brasil Estados Unidos, espécie de missão do secretário de Energia americano, Dan Brouillette, que pretende ampliar o mercado no país para as empresas americanas do setor nuclear. O encontro foi acertado no ano passado durante a visita do presidente Bolsonaro aos Estados Unidos. Na segunda-feira, a estatal Eletronuclear e a Westinghouse assinaram acordo para estender a vida útil de Angra 1, inaugurada em 1985. "O governo americano trouxe uma delegação completa para avaliar o que pode ser feito para apoiar o Brasil na extensão da vida útil de suas instalações atuais", disse Hardy. Segundo o diretor da USTDA, também está sendo avaliada a entrada dos americanos em Angra 2 e em Angra 3, cujas obras estão paradas desde 2015 após a descoberta de esquema de corrupção pela Operação Lava-Jato. Para Hardy, a energia nuclear ganha apelo neste momento de preocupação com aquecimento global por não emitir gás carbónico. O discurso otimista sobre o Brasil não tem relação com a forte presença chinesa em empresas brasileiras, sobretudo em infraestrutura, garante o americano. "Não importa o que a China esteja fazendo. As companhias americanas oferecem tecnologia e soluções de qualidade para o longo prazo", diz. Ontem, Hardy também reuniu-se com secretários do governo paulista para mapear parcerias. O governador João Doria estava em Brasília e não participou das discussões.

Outras Notícias

19/10/2021 :: Abesata cria certificação para melhorar qualidade dos serviços em solo na aviação do Brasil
19/10/2021 :: Outubro ROSA
17/04/2020 :: Azul retoma operações em 4 cidades e adiciona voos diretos
31/03/2020 :: INFRAERO ESCLARECE DÚVIDAS SOBRE OPERAÇÃO DE AEROPORTOS E AÇÕES CONTRA O COVID-19
17/03/2020 :: Comunicado Top Lyne sobre a pandemia COVID-19
12/03/2020 :: ORIENTAÇÕES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE SOBRE O CORONAVÍRUS
14/02/2020 :: INFRAERO ABRE CHAMAMENTO PARA CONCESSÃO DE ÁREA NO AEROPORTO DE TABATINGA
18/02/2020 :: MAIS DE 1,36 MILHÃO DE VIAJANTES DEVEM PASSAR PELOS AEROPORTOS DA INFRAERO DURANTE O CARNAVAL
10/02/2020 :: AEROPORTOS DA INFRAERO SUPERAM META DO GOVERNO EM TODOS OS TRIMESTRES DE 2019
06/02/2020 :: Agência dos EUA fecha parceria para Santos Dumont
07/02/2020 :: ORIENTAÇÕES DA ANVISA SOBRE O CORONAVÍRUS
10/01/2020 :: Empresas de serviços em solo celebram excelente performance em pontualidade e manuseio de bagagem
10/01/2020 :: Demanda de passageiros na aviação cresce 3,3% em novembro
03/01/2020 :: INFRAERO ENTREGA OBRAS EM PÁTIO E PISTA DO AEROPORTO DE UBERABA
31/12/2019 :: INVESTIMENTOS, OBRAS E NOVOS NEGÓCIOS ESTÃO ENTRE AS PRINCIPAIS AÇÕES DA INFRAERO EM 2019
1 - 2 - 3